249. Revolução Constitucionalista de 1932

Em 1932, a elite de São Paulo revoltou-se contra o governo provisório de Getúlio Vargas e decidiu pegar em armas para manter seus privilégios. Durante três meses, o estado virou palco de uma guerra sangrenta entre paulistas e o resto do Brasil, que culminou na derrota fragorosa de SP, mas em bons lucros para os cafeicultores. Venha entender essa treta com a gente.

Patrocinador: ⁠drinko

0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *